Como cuidar de sua enxaqueca através da alimentação?

A dor é algo comum para milhares de pessoas todos os dias, e uma das maiores queixas é a dor de cabeça e,  quando em casos mais graves, a enxaqueca.

A enxaqueca é caracterizada por crises recorrentes de dor de cabeça que podem levar a náuseas, vômitos, foto e fonofobia, ou seja, aversão de som e luz.

É importante que cada indivíduo tenha autoconhecimento sobre o corpo, uma vez que os fatores desencadeantes podem ser muito particulares.

As crises de enxaqueca podem estar diretamente relacionadas com a alimentação. Alguns alimentos devem ser evitados e outros devem ter o consumo estimulado, se possível.

Alimentos que devem ser evitados:  

  1. Alimentos ricos em cafeína;
  2. Carnes curadas e alimentos embutidos – possuem nitritos e nitratos pois estimulam a dilatação dos vasos sanguíneos, contribuindo para o aumento da intensidade das dores;
  3. Bebidas alcoólicas por possuírem aldeído e sulfetos na composição, contribuindo para o estreitamento de vasos sanguíneos de forma a agravar as crises. 

Alimentos que devem ser consumidos para evitar crises de enxaqueca:

  1. Alimentos fonte de ômega 3 como peixes e linhaça. É uma substância com ação  anti-inflamatória, auxiliando na melhora da crise;
  2. Alimentos ricos em triptofano como arroz integral, feijão e banana devido à estimulação da síntese de serotonina. 

Tratamento não medicamentoso: 

  1. Identificar e evitar os fatores desencadeantes; 
  2. Evitar ocultar refeições e/ou ficar muito tempo sem se alimentar;
  3. Evitar situações que causam estresse;
  4. Sono regular;
  5. Praticar exercícios físicos regularmente. 

Fonte: Revista Viva Saúde e Sociedade Brasileira de Cefaleia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *